.

Nanotecnologia pode revolucionar as campanhas de vacinação pelo mundo!



A Organização Mundial da Saúde está financiando as pesquisas de uma empresa australiana que quer acabar com o uso de agulhas para vacinação. Ao invés disso, a Vaxxas pretende entregar as substâncias com ajuda da nanotecnologia.

A companhia criou um dispositivo chamado Nanopatch, que tem o tamanho de um polegar adulto e carrega milhares de pinos revestidos com vacinas que perfuram apenas a camada superficial da pele. O Nanopatch permanece na pele por cerca de um ou dois minutos sem causar dor.

A camada afetada está carregada de células imunitárias que ajudam o corpo a responder em caso de potenciais infecções; portanto, aplicar vacinas entre elas é uma maneira muito mais eficaz de induzir uma imunização potente, explicou ao Mashable o CEO da Vaxxas, David Hoey.

Em setembro, a empresa conquistou apoio da OMS pela realização de pesquisas com uso da técnica para vacinação contra poliomielite. Quando os testes estiverem concluídos, a Vaxxas poderá partir para o trabalho clínico.

A OMS decidiu investir no método porque ele pode tornar as campanhas de vacinação mais eficientes. Além de indolor, a Nanopatch também praticamente elimina os riscos de contaminação e derruba drasticamente os custos de armazenamento, uma vez que pode durar meses em temperatura ambiente, enquanto os medicamentos líquidos precisam de refrigeração.

Fonte: UOL Tecnologia.
Compartilhar no Google Plus

Sobre: Antonio Junior

    Comentários do Blogger
    Comentários do Facebook

0 comentários :

Postar um comentário

.
.

REPORTAGENS

.
.
.