.

Android Lollipop - Por que seu dispositivo ainda não recebe a atualização!

O Android 5.0 Lollipop traz muitas novidades, mas um grande problema: o atraso na atualização. A verdade é que isto não é novo, e alguns usuários já estão acostumados. Será que as fabricantes não aprendem? Ou deveríamos culpar o Google? Será que o problema é do seu smartphone? A seguir vamos explicar por que o seu dispositivo Android não está recebendo o Lollipop.



AOSP


Esta sigla significa Android Open Source Project, ou seja, um projeto de código aberto do Android. Isso quer dizer que os desenvolvedores podem oferecer ROMs customizadas baseadas no Android, ao passo que as fabricantes devem realizar uma superposição ao sistema com suas interfaces e serviços exclusivos. 
cyanogenmod 11 galaxy nexus bootlogo
CyanogenMOD é uma ROM baseada no AOSP.
Aqui encontramos o primeiro probleminha. As atualizações Android são desenvolvidas pela Google para o sistema puro, e depois são repassadas às fabricantes para que possam ser adaptadas aos seus dispositivos. Por isso, ao contrário dos aparelhos da Apple, que recebem as atualizações ao mesmo tempo, no Android nos deparamos com um processo mais escalonado. Esse é o primeiro e mais básico motivo do atraso entre o anúncio de uma nova versão do sistema operacional e a sua efetiva chegada a um dispositivo.
Nesse sentido, os únicos smartphones que têm uma vantagem são os da série Nexus, uma vez que recebem a atualização diretamente do Google. 

Por que as atualizações não chegam ao mesmo tempo?

Como acabamos de explicar, no momento em que o Google libera o código-fonte, as fabricantes precisam adaptá-lo aos seus diferentes dispositivos. O Lollipop não é o mesmo num Samsung Galaxy S4 e num Xperia Z2; tampouco é o mesmo Lollipop num Moto X 2014 e num Moto G 2013. 
androidpit nexus 4 bootloader
O Google tinha uma política de actualização de 18 meses, mas o Nexus 4 ultrapassou esse limite.
A isso devemos acrescentar que cada fabricante decide qual dispositivo vai ser atualizado, algo que pode ser influenciado por fatores de mercado e por uma estratégia chamada obsolescência programada. Antes de atualizar um smartphone antigo, algumas fabricantes preferem lançar um dispositivo novo com Android Lollipop de série. Além disso, obviamente existem muitos aparelhos mais velhos que não podem ser atualizados por questões de incompatibilidade.

Por que outros países estão recebendo a atualização e o Brasil não?

Cada país tem suas particularidades. Refiro-me a diferentes operadoras, aplicativos pré-instalados, assim como diferentes componentes instalados nos diversos dispositivos. Dessa forma, é necessário realizar testes para evitar que a actualização chegue repleta de bugs. A ordem dessa leva de testes e os primeiros países a recebê-los dependem da estratégia de distribuição de cada fabricante.
Curiosamente esse tema tem sido objeto de debate por causa da chegada do Lollipop para o Moto G no Brasil e na Índia bem antes do restante do mundo. A própria fabricante ofereceu uma explicação em seu blog norte-americano, detalhando como são feitos os testes.

Por que meu amigo já recebeu o Lollipop e eu não?

Mesmo dentro de um mesmo país pode haver diferença na distribuição de updates. Digo mais, na mesma cidade ou no mesmo edifício. No elevador vemos que o vizinho tira do bolso um Galaxy S5 como o nosso, mas com o detalhe de que já está atualizado para o Lollipop e o nosso ainda não. Não se preocupe! 
É provável que o dispositivo do seu vizinho tenha recebido um soak test, algo semelhante ao que aconteceu com o Moto G na Índia e no Brasil. "Soak tests" são testes para pequenos grupos realizados pelas fabricantes. Apesar de o sistema já ter sido testado internamente de maneira exaustiva, sempre podem surgir novos bugs numa distribuição mais ampla.
Por esse motivo as fabricantes enviam a atualização OTA (Over The Air) para alguns usuários. Isso nem sempre é anunciado oficialmente pelas empresas. Passado um tempo, ela chega a todos. Dessa forma, não se desespere: o seu vizinho pode ter recebido o update primeiro, mas o seu certamente virá com menos erros.
android lollipop bad
Ser o primeiro nem sempre traz vantagens.

As operadoras

Se o seu smartphone Android for ligado a uma operadora, sua atualização também pode demorar mais para chegar. Isso se deve ao fato de que não apenas a fabricante, mas também a operadora oferece serviços próprios (e muito bloatware) que devem passar por modificações para que o update possa ser implementado.
Não quero aqui dizer que adquirir um smartphone ligado a operadora seja uma desvantagem por si só. Em muitos casos os celulares com operadoras oferecem aplicativos extras muito interessantes ou assinaturas de serviços bem úteis. 

O problema entre OTA e root

De maneira geral, para receber uma atualização OTA o smartphone não pode ter sido modificado. Ser root e ter instalado o SuperSU não impede o recebimento de uma atualização via OTA, e sim o fato de ter instalado uma Custom Recovery tipo TWRP ou CWM. Se este for o seu caso, o mais provável é que não receberá a notificação OTA.
Isso ocorre porque um recovery avançado ou personalizado modifica o modo recovery do sistema como um todo. Como solução, sempre se pode flashear um firmware stock, ou seja, da própria fabricante e não modificado.
Você já recebeu o Android Lollipop ou ainda está esperando pela atualização?
Comente....
Fonte: AndroidPIT
Compartilhar no Google Plus

Sobre: Antonio Junior

    Comentários Blogger
    Comentários Facebook

2 comentários :

  1. Ainda não meu Moto G é Ligado a uma operadora .. Mas tomara que não demore muito ✌😒

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Motorola está distribuindo as atualizações aos poucos, mais em breve o seu será atualizado! Obrigado por nos acompanhar!

      Excluir

.
.

REPORTAGENS

.
.
.